POR:

Fácil Comunicação

Publicidade e propaganda: o conteúdo é rei

TAGS:

Qual a mídia ideal para divulgar a minha empresa?”. O questionamento é recorrente, mas a resposta não é tão simples. A receita de bolo do benchmarking nem sempre pode funcionar, demandando das agências de publicidade mais ousadia na hora de criar campanhas que façam com que uma marca se destaque em meio a concorrência.

Em tempos que contar uma boa história faz a diferença e convence o consumidor a escolher sua marca, é indispensável apostar nisso para colher resultados cada vez melhores.

Em meio a diversas formas de comunicar – seja através da TV, rádio, mídias externas, cinemas, redes sociais e outras plataformas digitais -, saber onde seu cliente precisa estar demanda estudo e análises para que, no fim, a mídia escolhida atenda às necessidades das marcas.

Marcas que passam a questionar cada vez mais a audiência de veículos tradicionais como a TV aberta, comparando seus resultados com os obtidos na internet, que cresce cada vez mais com a falsa ilusão de ser uma mídia fácil de se lidar e barata. Mas nada é assim tão fácil. Sem acesso a dados de persona, uma equipe qualificada e estratégias bem definidas, é quase impossível tomar uma decisão assertiva e segura.

Em 2018 o crescimento no mercado publicitário foi de 10% em relação a 2017, com uma média de 34 mil anunciantes comprando mídia no Brasil, segundo o levantamento do Kantar Ibope Media. Isso mostra que o mercado está crescendo e se ajustando.

Para trazer resultados ao cliente, não existe fórmula mágica. É preciso pensar como o seu público-alvo e saber o que ele espera. Ficar atent@ para novidades e tendências do mercado para surpreendê-lo e gerar engajamento.

E lembre-se: na Publicidade e Propaganda, o conteúdo é rei!