POR:

Fácil Comunicação

Educador reforça rotina dos alunos durante isolamento por COVID-19

TAGS:

Mário Sérgio de Oliveira explica que momento de crise não deve ser visto como férias para os alunos e que presença da família auxilia na disciplina em casa

O período de isolamento social para estudantes da educação infantil ao ensino médio não deve ser tratado como férias. O momento em casa para pais e alunos deve ser aproveitado para a construção de novas atividades conjuntas desde que, por determinação do Governo do Rio Grande do Norte, as aulas foram suspensas, com base no decreto para o enfrentamento de emergência da saúde pública. Por meio de videoaulas pela internet com a presença de professores e exercícios graduais pelo site institucional, como atividades e dicas de leituras, o colégio Salesiano RN segue mantendo a rotina dos alunos.

Para que a proposta pedagógica da escola seja cumprida sem comprometer o desenvolvimento dos alunos, são necessários alguns passos em casa. Com isso, a ajuda dos pais e a disciplina nas atividades serão essenciais para essa boa prática do novo formato de ensino. Professor Mário Sérgio de Oliveira, vice-diretor da instituição católica, ressalta quatro itens que devem ser acompanhados pelas famílias.

“Nesse momento de crise que estamos vivendo, os pais devem ser os principais parceiros dos seus filhos. Para que eles possam se adaptar a esse novo modelo de ensino à distância, deixo quatro dicas básicas e necessárias para o fortalecimento dessa caminhada pedagógica: ajude o seu filho a montar uma rotina diária de estudo; mantenham uma alimentação adequada; não esqueçam que a prática de exercícios é de fundamental importância e para isso será necessário adaptar alguns espaços dentro de casa; e o mais importante, o apoio emocional, principal fator para a boa convivência”, explicou Mário Sérgio.

Ainda segundo Mário Sérgio, a situação de pandemia exigiu uma reformulação na educação mundial, sem restrição de público.

“Em decorrência do novo coronavírus (COVID-19), as atividades educacionais precisaram ser reformuladas. Não podemos deixar ninguém para trás e precisamos dar continuidade ao processo de ensino e aprendizagem. No colégio Salesiano, por exemplo, estamos trabalhando de duas formas: o primeiro modo é com a disponibilização de aulas gravadas e em tempo real; a segunda forma são os exercícios, jogos matemáticos, materiais complementares, dicas de leituras, biblioteca virtual, tudo isso disponibilizado em nosso portal da escola. Com isso, o aluno poderá manter a sua rotina de estudos”, justificou o professor.

Se o período não deve ser tratado como férias, o educador reforça que, apesar de o momento de turbulência, os alunos devem aproveitar o momento para intensificar os laços familiares e manter a prevenção em casa.

“Esse é um momento de reflexão. Aproveitem para estar mais juntos dos pais, se agreguem mais aos familiares e lembrem-se: não são férias. É um momento turbulento, mas com fé e determinação nós vamos conseguir ultrapassar esse momento de inquietude”, concluiu.

Foto: Divulgação / Salesiano RN