POR:

Fácil Comunicação

Pedagoga dá dicas para escolher a escola ideal para as crianças

TAGS:

Com a proximidade do fim do ano, muitas famílias precisam decidir onde vão matricular os filhos, seja para iniciar a vida escolar ou mesmo trocar de colégio. As dúvidas são muitas e passam por questões como espaço físico, localização, metodologia e custo-benefício. A pedagoga Luciana Queiroz dá algumas dicas importantes para ajudar na decisão. “A escola precisa ter uma estrutura que dê condições à criança para que tenha autonomia”, afirma.

Uma das maiores dúvidas dos pais é sobre quando matricular o filho na escola. Para Luciana, coordenadora pedagógica na Escola Lápis de Cor, em Natal, quanto mais cedo, melhor. “Na primeira infância, de 0 a 3 anos, a integração em um ambiente coletivo é essencial para a organização da rotina estabelecida por horários e sequências de situações de aprendizagem que levam o bebê a pensar sobre as coisas e executá-las”, explica.

Um ambiente arejado, projetado e adaptado para a autonomia das crianças também são fatores a serem levados em conta. “Até os seis anos, na primeira e segunda infância, elas precisam mais do que nunca estar em locais abertos, claros e estruturados, tendo condições de agir sobre o ambiente”, aconselha. “A metodologia precisa ser ativa, trabalhar o desenvolvimento cognitivo, social e motor, fundamentais para o desenvolvimento humano”, completa.

Conhecendo a escola

Luciana diz, ainda, que, ao entrar na escola, as famílias precisam ter acesso, em primeiro lugar, à Coordenação ou Direção Pedagógica. “Estes profissionais darão aos pais os recursos que permitam entender quais pensadores e teorias a escola aplica para a formação integral”, afirma. “E aí eles avaliam se estão de acordo”.

Para a pedagoga, a escola deve proporcionar uma formação cidadã pautada em valores que levem ao pensamento coletivo. “A criança vai agir não só por ela, mas pelo outro, desenvolvendo características como empatia e resiliência”, ressalta. “Ela não deve estar apenas imersa em conteúdos, mas vivenciar conceitos estabelecidos para viver coletivamente”.

Aula-visita

Algumas escolas de Natal oferecem às famílias a oportunidade de conhecer previamente e mais profundamente seus espaços e metodologias em um dia de atividades. A Escola Lápis de Cor, por exemplo, faz um convite aos pais para que vejam como acontece a imersão das crianças na língua materna e inglesa, já que é bilíngue.

Enquanto os gestores fazem a apresentação da proposta pedagógica aos pais, as crianças ficam com os professores simulando um dia letivo na escola, com atividades lúdicas e outras programações.

A escola mostra como trabalha seus projetos, oportunizando a pesquisa e a busca de respostas não só junto ao professor, mas nos dados coletados. “Os estudantes aprendem que a criticidade sobre o que se apresenta é importante, que são seres pensantes e reflexivos desde pequenos”, afirma Luciana.

No próximo sábado (30), a Escola Lápis de Cor (localizada na Av. Amintas Barros, Lagoa Nova) estará aberta às famílias e à comunidade a partir das 8h30, para uma aula-visita. Para participar, basta entrar em contato pelo telefone (84) 2030-5010.